(NOTA) Mas bah, tchê!

Olá meus queridos. Lembram-se quando lhes falei que eu e minha amiga Bell fizemos um livro que foi para a Feira do Livro em Porto Alegre? aqui Bem, na banca da Secretaria da Educação onde ficou o nosso livro, também tinha vários outros trabalhos de alunos de outras escolas. Entre estes trabalhos tinha uns livrinhos chamados CRIANÇAS DO RIO GRANDE ESCREVENDO HISTÓRIAS. São crianças do ensino fundamental e médio que escreveram alguns poeminhas, alguns textinhos ou até mesmo desenhos que foram todos reunidos nesses livrinhos. Em um deles encontrei algumas preciosidades que eu não poderia deixar de compartilhar com vocês.
Camila Guerreiro Alves – 13 anos
Ela fez um poema todo em rimas, muito singelo, intitulado SEMPRE E NUNCA, do qual eu separei um trecho em questão que muito me agradou, quiçá me inspirará num futuro não tão distante. Palavras simples, mas de significados profundos:
“Nossa sombra 
Está sempre nos seguindo.
O horizonte,
Sempre fugindo.”
Lavínia Ulguim Dutra – 13 anos
Esta fez um poema sobre as divergências entre cabeça e coração. Achei tão romântico e apaixonante.
Guerra entre Cabeça e Coração
Meu coração insiste em te ver
Minha cabeça diz pra te esquecer
Meu coração não escuta o aviso
Que minha cabeça diz, pois tem juízo
Meu coração insiste em te amar
Minha cabeça, em ti não pensar
Meu coração é inconsequente
Minha cabeça, muito exigente
Viu só o que você me faz
Coração quer guerra
Coração quer paz
Te amar talvez me faça sofrer
Mas nem por isso vou te esquecer
Leandro Mallmann Wendt que sobrenome lindo *-* – 15 anos
Ele possui deficiência intelectual, pois assim vem especificado no livrinho. E ele criou um poema chamado RIO IJUÍ, no qual seu último trecho me encantou profundamente.
“O rio Ijuí vai…
Não vai sozinho.
Ele leva junto,
o que encontrar pelo caminho, 
e assim o rio Ijuí vai,
em busca do Uruguai…”
Enfim, gostei bastante desses livrinhos por mostrarem a simplicidade e inocência com que as crianças do nosso Rio Grande do Sul escrevem. 
Beijinhos :*
P.S.: Sei que já faz uns dias que não posto nenhum conto. Mas prometo que logo criarei algo digno para vocês lerem.
Anúncios

6 pensamentos sobre “(NOTA) Mas bah, tchê!

  1. Que bom que essas crianças são incentivadas a escrever e não esconde seus talentos. Há muitos por aí que nem conhecemos. Adorei o da guerra entre a cabeça e o coração. Fofíssimo! *-*Ah, quero teus contos, Bruna! :D;***

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s