(CONTO) Felicidade Incontida

Ela sentia algo diferente nascendo dentro de si. Sabia que era diferente de tudo que já havia vivido e presenciado. Sua vida não havia sido tão longa assim, mas já tinha passado por muitas coisas neste curto tempo. E agora sabia que uma coisa nova se apresentava a ela.
A felicidade era de mais. Um sentimento que nunca a havia preenchido com tanta ferocidade. Afinal tudo que aprendeu estava pedindo para ser usado agora. Todas as coisas que sabia, que havia agregado para si, agora ela teria que usar. E isso a fazia ficar eufórica.
Um frio na barriga a consumia cada vez que percebia que seu futuro já estava ali, bem pertinho. O início do resto da vida dela estava prestes a começar. Não era mais uma criança, mas sim uma jovem pronta para aspirar uma doce independência que estava por esperá-la. Cada dia que passava era um a menos na sua contagem regressiva.
Tinha milhares de planos, queria trabalhar, cursar faculdade, encontrar um grande amor, viajar, morar em outro país, visitar o mundo e ter animais exóticos. Estava louca pelo mundo adulto, mas sabia que os anos de sua infância foram maravilhosos, e que sentiria saudade deles pelo resto de sua vida.
Agora era como se uma nova infância se apresentasse pra ela. Com novas brincadeiras, novas diversões, só que mais amadurecidas. E era todo esse ar de novidade, o refrescante ar desconhecido que a consumia. A fazia querer mais e mais beber daquela fonte.
E ela não tinha medo do que pudesse vir, pois estava preparada, e sabia exatamente o que queria para o seu futuro. Se o destino lhe presenteasse com outras coisas, ela não desprezaria a oportunidade. Mas se não o fizesse, conseguiria com seu próprio esforço tudo o que desejava.
A felicidade era tanta que não se continha dentro dela, e era empurrada para fora, de uma maneira que contagiasse todos à sua volta. E o melhor era que essa alegria toda estava apenas começando. 
 
 
Anúncios

8 pensamentos sobre “(CONTO) Felicidade Incontida

  1. É a vida, né amiga? Esse ano é o que há em nossas vidas. Vestibular, carreiras, sonhos. Tudo tão perto e tão longe, tão logo na nossa frente. Ai meudeus. hahaha. Enfim, estou transbordaaando de alegria também. E sabe porque eu acho que a gente tá assim, em tanta plenitude? Sabemos o que queremos. E não tem nada mais satisfatório do que isso.Boa sorte, Bru! ❤ Beijos!

  2. Isa:Com você também flor? É, dá aquele medinho, mas no fundo estamos felizes, não é mesmo? Nossos sonhos bem próximos de virarem realidade ^^É verdade. Temos um objetivo e vamos lutar por ele, e isso é o que é mais legal. Saber o que quer, e saber que com o esforço certo a gente consegue Õ/Boa sorte pra você florzinha :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s