resenha | Tempo de Matar

Terça-Feira assisti um filme com meu pai que ele queria que eu visse há algum tempo, Tempo de Matar. E é sobre este filme a resenha de hoje.
O enredo trata do julgamento de Carl Lee (Samuel L. Jackson), um homem negro, morador do Mossissipi, que assassinou dois homens brancos à sangue frio. O motivo de Carl Lee ter matado estes dois homens é que eles estupraram e espancaram até quase matar sua filha de 10 anos. Agora, Jake Tyler (Matthew McConaughey), um advogado jovem, mas com uma lista impressionante de casos vencidos, precisa convencer o juiz e o júri que Carl Lee deve ser inocentado.
Os problemas começam porque o promotor que está acusando Lee, é tão bom advogado quanto Jake. Outro fator que não favorece a defesa é que o motivo pelo qual os dois homens foram assassinados, no caso, o estupro da pequena Tonya (Rae’Ven Larrymore Kelly), não deve ser levado em consideração pelo júri, já que o julgamento é de assassinato e não de estupro. E além de tudo isto, a organização racista Ku Klux Klan está reativa na cidade, e quer de todas as formas fazer com que Lee seja sentenciado à morte. Ainda mais porque um dos integrantes da ceita era irmão de um dos homens assassinados. 
O filme é terrivelmente impactante já nos cinco primeiros minutos. Foi um caso raro de filme em que já comecei chorando. Maldades com crianças sempre mechem com minhas emoções, principalmente se forem relacionadas a estupros. Até hoje não entendi como pode haver tanta podridão nesse mundo. Fico pensando que existem mulheres que nem ao menos cobram para fazer o que depravados deste nível obrigam crianças inocentes a fazerem. Eu não gosto nem de pensar muito neste assunto que começo a ficar com náuseas. Se eu pudesse, eu mesma sentenciava todos estes imbecis à cadeira elétrica. Como disse para meu pai, após ver este filme, neste ponto sou radical, sou a favor da pena de morte. Este, claro, é um assunto delicadíssimo para entrarmos em discussão em uma simples resenha. Na verdade, após esta revelação eu teria que expor meus pontos de vista e concluir minha opinião, mostrando os prós e contras dela. Mas deixemos este assunto para uma outra hora. Só digo uma coisa, no filme Código de Conduta, o que Clyde Shelton (Gerard Butler) faz com o homem que estuprou e matou sua mulher e filha, é o que deveria ser feito com todos os estupradores deste mundo. Enfim…
Voltando ao filme. A história é muito boa, principalmente porque é de julgamento. Devido a uma pequena lavagem cerebral de meu pai, eu gosto de coisas relacionadas à advocacia – ele está fazendo Direito. Então filmes de tribunal me encantam de mais. Cada argumento era melhor que o outro. Tinha vezes em que eu ficava de queixo caído com alguma coisa que os advogados diziam. E o final foi incrivelmente bom. 
Preciso salientar que o elenco deste longa está super recheado de estrelas. Começando por Samuel L. Jackson, o nosso réu. Temos também Matthew McConaughey, como advogado de defesa, e Kevin Spacey, como promotor. Além disso, Sandra Bullock, Oliver Platt e Donald Sutherland (o Sr. Bennet de Orgulho & Preconceito *-*) fazem parte do time que ajuda McConaughey. Não posso esquecer de Kiefer Sutherland (o nosso eterno Jack Bauer do seriado 24 horas, e filho do Donald acima) que interpreta um dos integrantes da Klu Klux Klan que quer ver Carl Lee morto. E ainda temos Ashley Judd, interpretando a esposa de Jake. Deu pra ver que o elenco está impecável, não?
Pessoal, este filme é incrível, emocionante, lindo e inteligente. Vale muito a pena conferir, porque a história é daquelas que deixa a gente pensando depois de um tempo, sabe? A gente fica ali viajando depois que o filme acaba, olhando para as letras dos créditos e absorvendo a história. Filme excepcional. 
 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s