(RESENHA) Meu amor, meu bem, meu querido!

Deb Caletti acertou em cheio com Meu amor, meu bem, meu querido. O livro é simplesmente delicioso de se ler.

A história nos apresenta diversas desilusões amorosas, corações que buscam redenção, almas que anseiam por aventura e paixão. Através deste livro conhecemos Ruby, uma jovem muito carismática, correta e gentil, que é corrompida pelo riquinho, mimado e mau caráter Travis Becker. Também conhecemos Ann, mãe de Ruby, que carrega um coração remendado e composto por uma mistura de esperança e desapontamento.

Além destas figuras protagonistas desta história, ainda temos as hilárias idosas – e idoso – integrantes do clube de leitura organizado por Ann, as Rainhas Caçarolas. Dentre elas então Peach, uma senhora desbocada, atrevida e enérgica; Miz June, que quando jovem fora a flor mais bela dentre as outras garotas de sua idade, e que ainda faz sucesso com os homens; Anna Bee, uma idosa gentil, miudinha e amável, que na verdade esconde uma alma rebelde; Sra. Wong, uma oriental bem piradinha que cisma e implica com seu marido e é muito engraçada por isso; Harold, o único homem do clube de leitura, cozinheiro particular das Rainhas Caçarolas e, na minha opinião, paixão secreta de Peach – os dois vivem implicando um com o outro. Além deles temos a frágil Lillian, uma senhora que sofrera um derrame e que agora tem seus sentidos limitados, mas ainda expressa alguns sentimentos, principalmente a saudade de um amor separado pelo destino. É atrás deste amor que as Rainhas Caçarolas decidem ir atrás, para resgatar o que Lillian perdeu, trazer-lhe esta alegria e vida de volta, e ainda aproveitar para trazer aventura para suas próprias vidas.

Todos os integrantes das Rainhas Caçarolas são tão legais, que eu não tenho como descrever meu imenso carinho por eles. São idosos engraçados, sinceros, fieis e apaixonantes. Ann e Ruby também são integrantes fundamentais e especiais desta corrente. Outro personagem que não chega a ser bem integrante do clube, mas que acabou fazendo parte de toda a história, é Chip Jr., o fofo, hilário e muito querido irmão mais novo da Ruby. Simplesmente me apaixonei por ele, com toda sua espontaneidade, carisma e companheirismo. O pastor Joe Davis é outro querido, mas ele não aparece tanto assim no livro.

Enfim, achei a história super bem trabalhada, cheia de aventura, encontros, desencontros, mas o mais importante: amor! Não apenas um amor qualquer, entre casais melosos, mas como o próprio livro diz: amor na sua forma mais pura. Seja entre Lillian e Charles, Ruby e Chip Jr., Ann e seus filhos, as Rainhas Caçarolas umas com as outras, Poe – o cachorro de Ruby – e Joe Davis, enfim, seja qual for, é amor. E foi isso uma das coisas que mais gostei neste livro.

Além de tudo isto, Deb Caletti tem uma narrativa super fácil, doce e gostosa de ser lida. A história termina sem nem ao menos percebermos, de tão boa e rápida que é. Não é cansativa nem fica enrolando demais, repetindo informações que já haviam sido esclarecidas em outros momentos. É tudo meio que instantâneo, o que adorei, pois não gosto de lero-lero. Neste ponto Deb também acertou em cheio.

Não tenho como não recomendar este livro a todos que estiverem interessados em mergulhar em um mar de sentimentos e emoções, e também àqueles que estiverem dispostos a se descobrirem dentro de si mesmos. Realmente um verão é capaz de mudar muita coisa em nossas vidas. Aí está Ruby para não me deixar mentir.

9788581632087.jpg.1000x1353_q85_crop

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s