(POESIA) Hearts and Minds

Contradição deveria ser seu nome,
e paradoxo seu sobrenome.
Nunca sabia se sim ou se não.
Era toda indecisão.
Dizia gostar, e amava.
Se arrependia e então desgostava.
Fazia careta, mostrava a língua, irritada.
Fazia beicinho, baixava a cabeça e chorava.
Sorria contente, cantava e dançava.
Ria daquela gente que dela falava.
Sua boca dizia o que a mente havia pensado.
E seu coração desmentia todo aquele papo furado.
Por fora era uma. Por dentro era outra.
Não era nenhuma no final das contas.
Talvez fosse as duas, ou muitas além.
Somente ela sabe, ou nem ela também.

hearts and minds

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s