(POESIA) Aquele Luar

Era noite e ela vagava sozinha,
com o passo apressado
estava indo para o fim da linha.
Seu ônibus demorava a chegar,
enquanto o pé, nervoso, se punha a balançar.
Olhou, então, para o céu, perdida…
vagando em um pensamento distante.
Viu a Lua ao longe sorrindo,
um sorriso largo e brilhante.
Não resistiu e sorriu junto,
com aquela alegria contagiante.
Relaxou e pensou consigo,
que logo estaria em casa.
E o tempo, no fim, continuaria a passar,
nem ligando pra nada,
nem pensando em para ela parar.
Não adiantava ficar emburrada,
ou da situação reclamar.
Mais fácil era olhar para o céu
e admirar aquele luar.

aquele luar

Anúncios

Um comentário em “(POESIA) Aquele Luar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s