resenha | O PRÍNCIPE CRUEL

Confesso que no início fiquei me perguntando se a leitura seria boa, porque descobri com surpresa, no começo do livro, que a história era sobre fadas, e eu não curto muito esse universo. Mas acabou que a leitura me surpreendeu positivamente. Ainda bem!
De qualquer forma, mesmo a história sendo boa, chocante e surpreendente, passei a leitura toda com uma sensação de desconforto por estar lendo algo muito fora da minha zona de conforto literária. Passei o tempo todo lutando comigo mesma, ponderando entre o gostar e o não gostar da história. No fim gostei, mas não vou querer conferir as sequências da série. Se não fosse pelo simples fato de se passar no mundo das fadas eu teria amado, pois o restante todo da escrita de Holly Black é incrível.
A autora consegue criar personagens fortes, bem caracterizados, e ainda desenvolver cenas que nos deixam perplexos, de tão intensas que são. O que tempera muito bem sua obra.
Pra quem gosta deste tipo de história mágica, vale a pena conferir esta série, pois ao menos o primeiro livro achei muito interessante.

“Nunca é como o para sempre… tempo demais para mortais compreenderem.”
Anúncios

fragmento | TOXIC

Toxic. This is what it was.
It was not something healthy. We both know, right? At least I do. But what I did about it? Nothing. Why? Because you know I just loved it.
The profoundness of your eyes, the tone of your voice, the tattoos in your skin, the musicality in your laugh, your deep philosophies and the gorgeous way you see the world.
The truth is that I was addicted to all of it. To all of you. Since the moment I laid my eyes on you I got myself surrendered. I was yours, entirely, since that day. My heart was captured by your kindness. I could feel your soul, and that conquered me completely.
Since then you fed my passion, knowing that you were my weaknesses and that I was totally into you. You did this even knowing that nothing could ever happen. You knew it couldn’t. We both did. At least I did. But what I did to change it? Nothing. And you know why? Because I loved you.