pilot | THE HANDMAID’S TALE

Comecei há alguns meses a acompanhar uma série sobre a qual todos estavam falando alvoroçadamente. Confesso que com algum preconceito foi que comecei a acompanhar The Handmaid’s Tale, uma vez que não sabia muito sobre a história e acreditava que seria um tanto quando massante o enredo. Mas já que tanta gente estava dizendo que era uma série incrível, por que não conferir e tirar a prova por mim mesma, não é mesmo? E geeente… estou sem palavras!

A série é baseada no romance O Conto da Aia, da autora Margaret Atwood, e conta a história de uma sociedade distópica, onde um grupo cristão tomou conta dos Estados Unidos, transformando a nação em uma organização opressora, que agora leva o nome de Gilead. E onde as poucas mulheres que restaram férteis no país, precisam servir à famílias poderosas e carregar no ventre os filhos que as esposas não conseguem prover.

A série é ABSOLUTAMENTE incrível! Não há nada do que eu possa reclamar. Ela tira o fôlego do espectador a cada cena. Choca, faz chorar e dá raiva em muitos momentos, mas não da história, e sim do que o ser humano é capaz de fazer, e a forma como consegue manipular uma sociedade inteira. É assustador pensar que, mesmo a história sendo fictífica, muito do que é mostrado nos flashbacks, pré-Gilead, acontece hoje em dia. São pequenos detalhes, um olhar torto, um preconceito velado, uma agressão verbal, uma tortura psicológica, que podem nos levar a algo muito maior, como a série mesmo mostra.

Acho muito válido todos conhecerem e assistirem esta série, para que coisas deste tipo não aconteçam de verdade. Precisamos abrir os olhos para as coisas que estão acontecendo hoje ao nosso redor, e nos prevenir de que elas não levem a atos extremos de totalitarismo.

Enfim, a série é maravilhosa, a estética e fotografia são lindas de morrer, e o enredo é beeem pesado. Então saibam onde vocês estarão se metendo ao assistirem esta série. Mas posso garantir que vai valer cada frame.

handmaids_tale_xlg