play | SONGS WHY #2 -TAPE 1, SIDE B

Hoje trago as melhores músicas – na minha humilde opinião – do segundo episódio da primeira temporada de 13 Reasons Why.
Essa trilha desta série é muito amor! Aproveitem!

YESTERDAYKINETICGOING HOMERUN BOY RUN

Anúncios

pilot | THE HANDMAID’S TALE

Comecei há alguns meses a acompanhar uma série sobre a qual todos estavam falando alvoroçadamente. Confesso que com algum preconceito foi que comecei a acompanhar The Handmaid’s Tale, uma vez que não sabia muito sobre a história e acreditava que seria um tanto quando massante o enredo. Mas já que tanta gente estava dizendo que era uma série incrível, por que não conferir e tirar a prova por mim mesma, não é mesmo? E geeente… estou sem palavras!

A série é baseada no romance O Conto da Aia, da autora Margaret Atwood, e conta a história de uma sociedade distópica, onde um grupo cristão tomou conta dos Estados Unidos, transformando a nação em uma organização opressora, que agora leva o nome de Gilead. E onde as poucas mulheres que restaram férteis no país, precisam servir à famílias poderosas e carregar no ventre os filhos que as esposas não conseguem prover.

A série é ABSOLUTAMENTE incrível! Não há nada do que eu possa reclamar. Ela tira o fôlego do espectador a cada cena. Choca, faz chorar e dá raiva em muitos momentos, mas não da história, e sim do que o ser humano é capaz de fazer, e a forma como consegue manipular uma sociedade inteira. É assustador pensar que, mesmo a história sendo fictífica, muito do que é mostrado nos flashbacks, pré-Gilead, acontece hoje em dia. São pequenos detalhes, um olhar torto, um preconceito velado, uma agressão verbal, uma tortura psicológica, que podem nos levar a algo muito maior, como a série mesmo mostra.

Acho muito válido todos conhecerem e assistirem esta série, para que coisas deste tipo não aconteçam de verdade. Precisamos abrir os olhos para as coisas que estão acontecendo hoje ao nosso redor, e nos prevenir de que elas não levem a atos extremos de totalitarismo.

Enfim, a série é maravilhosa, a estética e fotografia são lindas de morrer, e o enredo é beeem pesado. Então saibam onde vocês estarão se metendo ao assistirem esta série. Mas posso garantir que vai valer cada frame.

handmaids_tale_xlg

play | SONGS WHY #1 – TAPE 1, SIDE A

Seguindo a linha de playlists de seriados, já embalada pela tag #PlaylistFromTheHart, hoje estou lançando aqui a #SongsWhy que será uma sequência de posts destacando algumas das minhas músicas preferidas de 13 Reasons Why. Elas compõem a minha seleção de músicas que são alguns dos motivos de por que vocês deveriam assistir a série. A cada episódio uma nova seleção. Abaixo segue a lista do episódio de estreia da série. Enjoy it!

1 - only you2 - more than gravity3 - cool blue4 - mess is mine

(PILOT) Descendants of the Sun

Não faz muito tempo que entrei em um relacionamento sério com a cultura k-pop. Tudo começou com o fascínio pelas coreografias de alguns grupos musicais como Secret e 4Minute, que me levou a seguir o canal do estúdio de dança 1Million no Youtube. Depois vieram os Doramas (seriados orientais), que me conquistaram com suas histórias românticas e engraçadas. Estes me apresentaram músicas incríveis como You Are My Everything da Gummy. E elas, por sua vez, me fizeram querer aprender Coreano – que eu estou estudando (a passos lentos) com a ajuda da equipe do Talk to me in Korean. Resumindo, virei uma k-popmaníaca. De forma moderada, obviamente, intercalando essa minha paixão com aquele outro negócio que chamam de… vida.
Mas na verdade, depois desse rodeio todo, o que eu queria falar hoje é sobre o Dorama que foi o ponto crucial e definitivo no marco pelo meu amor pela cultura k-pop: Descendants of the Sun. Eu fico até sem palavras para expressar o quanto eu amo este seriado. Cheguei a assistir duas vezes seguidas, de tanto amor que senti por ele.
O seriado conta a história de amor de Yoo Si-jin, capitão das forças especiais da Coréia do Sul, e Kang Mo-yeon, uma médica coreana. Eles têm um breve relacionamento na Coréia, quando se conhecem de forma inesperada no hospital onde Mo-yeon trabalha. E depois de alguns meses afastados eles voltam a se encontrar em Urk, país fictício da série, para onde ambos são destinados em missões voluntárias, cada um com suas equipes. E é então que tudo começa novamente, ambos querendo cumprir os propósitos de suas profissões, mas sem conseguir se afastar um do outro.
Só tenho a dizer que a série é lindínea demais! E o mais legal sabe o que é? Os atores que interpretam Si-jin e Mo-yeon estão juntos e casados na vida real!!! Quer mais amor que isso? Tudo é muito incrível em Descendants of the Sun: a construção dos personagens é excepcional, a trilha sonora é de chorar de tão maravilhosa, as locações são lindas e o roteiro é muito bem escrito. Não tem como não adorar esta história. E quer saber mais? Tá liberada no Netflix ❤ Mais amor que isso é impossível!

descendants of the sun