resenha | Orgulho e Preconceito – filme

Bem, ontem eu resenhei o filme Vestida para Casar, que vi quando fui posar na casa da Isabel (minha amiga). Além deste, outro filme que também assistimos – na verdade eu e a irmã dela assistimos, porque ela estava dormindo – foi Orgulho & PreconceitoEu já fiz uma resenha sobre este livro de Jane Austen, que vocês podem conferir aqui
O filme, claro, é bem mais enxuto que o livro, com menos detalhes e cenas esquecidas devido a adaptação cinematográfica. Mas o fato é que não deixa, em momento algum, de ser tão encantador quanto. Os atores conseguiram transmitir perfeitamente a delicadeza e leveza que Jane Austen nos proporciona em seu livro.
 
A história, para quem não sabe, retrata o romance de Elizabeth Bennet (Keira Knightley) e Fitzwilliam Darcy (Matthew Macfadyen). Porém, vai muito além disto. Conta a trajetória da família Bennet, principalmente da matriarca, Sra. Bennet (Brenda Blethyn), que sonha em casar suas cinco jovens e belas filhas o mais rápido possível.
Toda a família fica alvoroçada quando Charles Bingley (Simon Woods) chega à cidade. Agora a única coisa que passa pela cabeça da Sra. Bennet é conseguir fazer com que sua filha mais velha, Jane Bennet (Rosamund Pike), se case com Bingley.
Em meio a isto tudo temos Darcy, o amigo rico, frio e orgulhoso de Bingley; e Elizabeth, a irmã inteligente, independente e que só aceita se casar por amor, de Jane. Elizabeth e Darcy não possuem muitas coisas em comum, a não ser o orgulho. Ao menos era o que todos pensavam.
Matthew interpretou tão perfeitamente Fitzwilliam Darcy, que eu realmente desejei ser Elizabeth em alguns momentos do filme. Ele é muito fechado, parece não possuir sentimentos, o rosto não se manifesta através de expressão alguma, a não ser a de desprezo. Mas quando conhece Elizabeth algo nele muda. Os olhos. É aí que os sentimentos de Darcy vêm à tona, através de seu olhar apaixonado.
 
 
Realmente Lizzie chamou a atenção de Darcy, e de uma maneira que ele simplesmente não foi capaz de resistir. Como disse em certa parte do filme: 
 
“You have bewitched me body and soul and I love you…”
 
Outro casalzinho que encanta é Jane e Bingley. Os dois estão apaixonados um pelo outro, mas nenhum tem coragem de dizer, ambos são tímidos. É muito fofo de ver como os dois se relacionam e finalmente ficam juntos.
Já a família Bennet, como eu havia dito na resenha do livro, é muito louca, tanto a mãe que procura casamentos para as filhas, como as filhas que procuram casamentos para si. Apenas o patriarca salva-se desta insanidade tremenda. E claro, Elizabeth e Jane Bennet.
O filme é muito lindo. Repito que as interpretações estão impecáveis e que o longa não perde em nada para o livro. Ambos são apaixonantes. 
 
Anúncios

14 comentários em “resenha | Orgulho e Preconceito – filme

  1. Assisti no colégio este filme, para a aula de inglês. Já tinha lido o livro, mas nem por isso deixei de aproveitar cada segundo do longa metragem ❤ Muito bom.Seu post me deu vontade de ler novamente a querida Jane Austen, acho que vou dar uma bizoiada em alguma obra dela ahheheheBeijosssshttp://leiturachick.blogspot.com

  2. Mônica,Ain, Jane Austen é inebriante. Ao menos no único livro que li dela eu achei. Preciso urgentemente ler outros. A forma como ela escreve é tão sensível e tocante, que não tem como não se apaixonar. Releia ela mesmo, vale muito a pena. :DBeijões :*

  3. Ah, eu adoro esse filme!Trabalhei por dois anos em uma locadora e devo ter assistido ao longa pelo menos vinte vezes, sem exagero! Vi com os comentários do diretor, com a legenda em inglês, com a legenda em português, dublado com o namorado, enfim, de todas as maneiras e mais um pouco. Chorei na cena da chuva, na cena que ela lê a carta e mais ainda quando o pai a questiona se é isso mesmo que ela quer e ela diz que sim.*-*PS: Adooooro o final alternativo!

  4. Tatá,Ain, o filme é maravilhoso né? *-* Eu simplesmente amo ele de mais. E eu também chorei na parte da chuva, e na parte que eles se encontram lá no campo, no final, e ele se declara de novo pra ela. Não tem como aguentar *o*Ahhh, e eu não vi esse tal final alternativo. OMG' preciso veeeeeer.beijões flor :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s